sexta-feira, 10 de junho de 2016

de manhãzinha...

de manhãzinha...muito frio...
tempo ruim pra acordar.
tenho que acordar às 6h30. acordo às 7h30.
banho longo, apesar do atraso.
correria.
fazer café, torrar o pão, cozinhar o ovo...
dar atenção aos cachorros, alimentá-los...
trocar uma prosa.
catar as coisas e sair atrasada.
ihhh esqueci de aplicar a insulina do café.
aplica rapidinho e partiu trabalho.

bom dia!!!


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Por que o leitor do Libre não vem numa bolsinha?

Um dos pontos negativos apontados pelos blogueiros que estavam presentes no evento do Libre em São Paulo foi a falta de uma bolsinha, caixinha, sei lá um lugar pra guardar o leitor do Libre. Estamos super acostumados né com a bolsinha do glicosímetro, a caixinha das insulinas etc...
Mas quando vai usando o Libre você percebe o porquê não tem um lugar pra vc guardá-lo.
Simplesmente pelo fato de que não precisa!!! hahaha...
Sabe por que não precisa? Você usa o Libre igual vc usa o celular. Toda hora!!!
Tenho carregado ele no bolso!!! Super prático. Simples assim. Já pensou se estivesse guardado em algo e toda hora precisasse pegá-lo? Não ia dar certo.
Então quando chegar o seu, não esquente com isso. Você verá que não vai precisar guardá-lo em algo. Ele foi feito pra vc usar milhares de vezes ao dia!!! rsrsrs...








sexta-feira, 3 de junho de 2016

FreeStyle Libre - Sistema de Monitoramento de Glicose - vantagens para o tratamento da Diabetes

Por trás das várias leituras dos valores da glicose ao longo do dia que você pode fazer, é possível inserir dados como quantidades de insulina lenta, rápida, alimento, exercício, medicamentos. Aliando estes dados aos resultados, é possível melhorar seu tratamento.

Além disso, há também uma série de gráficos, dos mais diferentes tipos, diário, semanal, mensal, com toda a variação de glicose ao longo do dia! Não entram somente as suas leituras, tem um retrato completo do comportamento da glicose! Por exemplo: você mede antes de dormir e depois mede ao acordar (geralmente isso né). Então com o Libre é possível saber como se comportou a sua glicose durante as suas horas de sono! Não é demais isso?? Eu achei...rs... Eu sempre tive curiosidade de saber como estava a glicose entre uma medição e outra. Com o Libre vc e seu médico tem esses dados completos!

Alguns exemplos:




Uma super ferramenta né?

Adorei entrar em contato com esta tecnologia.
Mas, como toda nova tecnologia, o custo é alto! Pelo menos pra mim é.
Não tenho como custear isso.
Mas não fico triste não, pois continuarei picando meus dedos como sempre fiz!
Com as tiras que recebo do governo.
Não vou deixar de picar meus dedos, de saber quanto tá minha glicemia pra saber o que devo ou não fazer!
Mas olha, pra quem pode, deve sim usar!
Obrigada Abbott pela oportunidade!


FreeStyle Libre - Sistema de Monitoramento de Glicose - medindo, medindo, medindo...

Depois da decepção inicial do uso do Libre, com resultados bem divergentes entre o Libre e o meu glicosímetro, vem a admiração...rs...

Os resultados entre os dois começam a ficar bem parecidos. Uma diferença constante que observei foi de aproximadamente 10mg/dL a menos para o Libre. Então, depois de calibrado, sim ele funciona super bem e além de mostrar o quanto está a taxa de glicose, ele mostra uma setinha. Essa é uma setinha de tendência da glicose, ou seja, ela indica a direção para qual a glicose está indo. Legal isso né?

Vejam aqui os exemplos:



São 5 setinhas: uma que mostra se a glicose está subindo rapidamente, descendo rapidamente, que está subindo, que está descendo e outra que ela está se modificando rapidamente.

Além das setinhas, aparece tb um gráfico com o intervalo alvo definido por vc (nas configurações antes de começar a usar o libre). No meu caso, defini um intervalo de 70 a 160.






quinta-feira, 2 de junho de 2016

FreeStyle Libre - Sistema de Monitoramento de Glicose - começando as medições

Pois é, logo depois que o sensor é colocado na parte de trás do braço (sim, o indicado é somente atrás do braço, não pode colocar em outro lugar), você só pode começar a usá-lo de fato após 1 hora.
Então você tem que segurar a ansiedade...rs...
Passada 1 hora, com aquela ansiedade, vc começa a medir...
E vem a grande decepção logo de cara!
Você passa o leitor no sensor, toda feliz e vê o resultado. Beleza.
Daí vc vai medir no glicosímetro com a tira e a sua tão amada gotinha de sangue.
E????
Dá a maior diferença entre os dois resultados!!! Ahhhh que decepção!!!
Vc começa a ficar com o pé atrás, pois os resultados são bem divergentes.




Então...pra mim este foi um ponto negativo observado, pois tem um tempo pra que comecem a bater os resultados do Libre com o glicosímetro. O que eu fiz?
Fui comparando os resultados dos dois em todas as medições até que chegou um momento que as diferenças diminuíram ou que praticamente dava o mesmo resultado em ambos. No meu caso levei uns dois dias nesta comparação. Quando cheguei neste ponto, passei a medir mais vezes no Libre sem necessariamente medir no glicosímetro (mas, como sou muito desconfiada, hahaha, continuei medindo normalmente nas horas que costumo medir picando meus dedinhos e aumentei medições extras com o Libre).
Aqui, é bom ressaltar que o Libre não vai substituir por completo as picadas no dedo! Sempre que houver troca de sensor, terá um tempo para calibrar (há outras situações tb, qdo vc mede e a glicose está alta, baixa e qdo vc sente que não está batendo o valor com o que vc está sentindo. por ex, vc sente que está com hipo, aí o libre dá um valor normal, então vc precisa medir com a fita pra verificar). Infelizmente.
Porém, depois de calibrado, é só alegria!!! rs...Então se o sensor dura 14 dias, desconta aí uns dias iniciais até calibrar o aparelho (das pessoas que testaram, uns relataram que levou 1 dia, outros 2, outros 3...)

Continua...


FreeStyle Libre - Sistema de Monitoramento de Glicose

Olá pessoal!

Estou muito feliz, pois nesses dias estou fazendo um teste com o FreeStyle Libre - Sistema de Monitoramento de Glicose. 

Já ouviram falar? Acho que a maioria já sim! E eu como a maioria estava curiosa para saber como funciona.

E não é que eu, assim como outros blogueiros, recebemos o kit da Abbott para experimentar e relatar nossas experiências cada um em seu blog :D :D :D


No Brasil será vendido apenas pelo site https://www.freestylelibre.com.br/, mas é preciso ver os prós e contras e ver se pra você, ele será essencial!!!

No site há informações sobre a necessidade do cadastro para a compra, valores e informações gerais.

Aqui postarei alguns registros e observações minhas sobre o uso desta nova tecnologia que está chegando aos diabéticos do país.

Vou começar postando um vídeo sobre a instalação do primeiro sensor. E depois vou postar o dia a dia com o aparelho.


quarta-feira, 4 de maio de 2016

Check-up geral na situação...

Acabei de dar um check-up
Geral na situação
O que me levou a reler
Alice no país das maravilhas...

hahahaha, mentira...só aproveitando o comecinho de uma música do Raul Seixas :D

Mas a verdade é que sim dei um check-up geral na minha situação...
E...acabou a moleza baby.

Levei um baita susto um dia desses...Para ser mais exata, dia 13/4/2016.
Depois de 11 anos de diabetes, pela primeira vez no meu medidor um número que me pôs pra baixo: 431!!!
Minhas hipers sempre foram no máximo 200 e poucos. 300 dá pra contar nos dedos quantas vezes apareceram. Mas 400, foi demais!!!
Cinco dias depois, 390!!! Fora que no mês de abril, minha planilha de glicemias de jejum ficou roxa de tantas hipers pela manhã. Que chato isso!
Então, sem mais ladainhas, o negócio é ficar na marcação. Na marcação dessa diabetes!
Meu objetivo para esse mês: ajustar minhas glicemias de jejum!
Um desafio: no mês de junho postar as glicemias de jejum deste mês de maio com a maioria verdinha aí :D

quarta-feira, 9 de março de 2016

Uma madrugada qualquer...


Sonho ruim.
Parece que vai me levar a um outro lugar.
Num passe de mágica, acordo.
No mesmo momento já nem me lembro do sonho. Só da sensação.
Sensação de hipoglicemia.
3:55 - 40mg/dL.
Sei que tenho segundos para usar o pouco raciocínio que ainda tenho.
Devo ser certeira e objetiva.
Levantar e ingerir açúcar.
Esse é o pensamento.
Não devo ter dúvidas; se como doce de leite, se como uma fruta, se como uma colher de mel...
Dessa vez, o pensamento foi açúcar!
Corro pra cozinha (daquele jeito) pego um copo, ponho 2 colheres de açúcar, espremo um limão que estava perto e misturo a água. Tomo tudo em um segundo.
Ainda sobra uma certa dúvida, então ponho mais uma colher de açúcar, espremo uma laranja e um pouco de água e tomo de novo.
Pronto! Sei que agora é só esperar a sensação ruim passar.
Sei que vai passar, mas até passar, dá um certo medo.
Meço de novo.
4:03 - 50mg/dL.
Sei que tá subindo. Mas mesmo assim, melhor colocar o despertador para daqui uns minutos ver como está.
4:31 - 83mg/dL.
Pensamentos...tá bom, não tá...Acho que sim...meia hora depois de ter ingerido açúcar...ainda vai subir mais...Pq se for lá comer mais, depois pode dar hiper...É acho que sim...Vou dormir...
7:41 - 142mg/dL...

Obs: Poderia (deveria) ter acordado meu marido pra ele me ajudar? Sim. Mas, como ainda tinha um mínimo de noção e de força, fui lá eu para testar o limite. Parece dessas cenas de filmes que assistimos em que a pessoa está tirando todas as suas forças para sobreviver a uma situação que parece não ter mais volta. E tudo em segundos se resolve... Por isso, hipoglicemia é e sempre será meu maior medo em relação à Diabetes.