segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Quer ver sua glicada abaixar?


Tenha um cachorro! Aliás tenha no mínimo dois! :D
Faz bem pra você e faz bem pra eles!
O Joe chegou em casa há exatamente 1 ano.
Chegou aqui no dia 30/11/2014.
Joe lindão!


Tínhamos dó dele ficar sozinho, sem companhia canina.
A Amora chegou em 26/7/2015.
União perfeita!
Tenho muito a agradecer a esses dois...
Amor perfeito 
(segredinho pra abaixar a glicada)

só não reparem na minha cara...kkkk

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Desabafo por Cristiane Gamarano - Minas Gerais

Pela amiga Cristiane Gamarano:

Eu fico sempre admirada com a minha força e determinação em sempre manter as glicemias dentro do padrão, e a minha saúde perfeita . Confesso que erro e muito, por causa dos meus excessos, provoco hipoglicemias, que em grande parte não são nada cordiais comigo. Juro, não ligo em ter que furar meus dedos uma média de 8 vezes ao dia, de ver neles a marca dos meus cuidados. Não ligo de comprometer mais de 50% do meu orçamento, com plano de saúde, consultas e medicamentos. Faço questão de fazer no mínimo 6 horas semanais de bicicleta o que dá no mínimo 150 km percorridos por semana. Confesso que as vezes ao final de um dia de trabalho quando o cansaço já me consome, a minha vontade é de ir para casa dormir, e com o calor que está fazendo ultimamente esta vontade só aumenta. Entretanto, em 99% das vezes fico só na vontade mesmo, e lá vou eu pedalar. Cortei a gordura da minha alimentação, nada de frituras, nada de comida gordurosa, nada de doces (exceto em caso de hipoglicemias). Enfim, faço a minha parte. Entretanto, os meus governantes não fazem a parte dele e isto me faz ficar com muita raiva, já ouvi tantas coisas absurdas. Eu sei que a saúde do cidadão é dever do Estado. Mas, para o Estado cumprir o dever dele você as vezes temos que entrar com uma ação judicial e mesmo assim, isto não é garantia. Meus insumos, por exemplo, que foram conseguidos via ação judicial estão em falta, sem eles minha bomba de insulina não funciona, minha glicemia não é medida e meu controle fica comprometido. Ligo n a secretaria de saúde cobrando os insumos, e a resposta? "está em falta e/ou em processo de compra minha senhora". E eu faço o que? Sento e choro? Faço empréstimo em banco? Eu dobro o tempo de uso dos insumos comprometendo minha saúde? Eu economizo nas fitas e verifico menos a minha glicemia? Pior ainda é você ligar cobrando e ter de ouvir da atendente "os insumos não estão em falta, mas infelizmente/ somente iremos fatura-los no mês que vem". Ah! Então tudo bem, foda-se você este mês.
Como se não bastasse o transtorno com o diabetes, o colesterol também resolve sair dos eixos, a sinvastatina não resolve o problema e outro medicamento entra na lista para tornar ainda mais oneroso os meus gastos com a minha saúde. Fico sabendo que o medicamento é fornecido via processo administrativo pelo estado de Minas. Eu junto a papelada, um tanto de exames e levo para o meu medico preencher o formulário, perco no mínimo meia hora da minha consulta. Junto a papelada viajo quase 80 km para entregar, dois meses depois processo indeferido o motivo? Segue: "a paciente embora portadora de diabetes tem menos de 50 anos de idade". Beleza, pessoas com menos de 50 anos podem ter colesterol descompensado. Uma coisa eu deixo bem clara os governantes da nossa querida Minas Gerais, eu irei viver e muito para da bastante despesas para o estado. E com relação o processo da atorvastatina? Resolvi continuar comprando o medicamento pois, embora vocês estejam nem aí com a minha saúde, eu estou muito comprometida com ela. Eu engulo o descaso, a falta de respeito e humanidade.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Meu Dia Mundial da Diabetes foi assim:


Meu Dia Mundial da Diabetes foi assim...uma correria...rs...
Acordei cedo para terminar de costurar um presente de aniversário para a minha mãe.

Caminho de mesa - patchwork
Tentei arrumar um pouco a casa e fiz almoço.
Depois fomos a um lugar que nunca tinha ido antes, apesar de já ter ouvido falado muito.
Fica na cidade vizinha, São José dos Campos, SP o Parque Vicentina Aranha.

Eu, Douglas e Murilo (nosso lindo sobrinho e afilhado) 
Fomos lá para o lançamento de um livro (coisa que nunca tinha feito tb!).
Meu cunhado, o poeta Gustavo Terra, irmão do meu marido Douglas, lançou seu 1º livro "Cantata dos Ventos". Chique né?? Quem quiser comprar, ele está no Facebook!

http://editoramultifoco.com.br/loja/product/cantata-dos-ventos/
Depois fomos à festinha de aniversário da minha mãe Ana Cristina que na verdade é no dia 16, mas comemoramos no dia 14! Parabéns mãe!!!

Minha mãe, baixinha e arretada! Uma amiga para sempre contar!
E além de tudo, teve minha atenção à Diabetes. Tudo certo!
Lembrei o quanto é importante termos nossos insumos e medicamentos em dia!
Esse é o meu desejo a todos os diabéticos: que tenham seus insumos em dia. Nada mais importante que isso. Depois disso vem o bom uso de todos eles para se alcançar um controle sempre próximo do melhor possível!
Deixo aqui o link do excelente texto da amiga Débora Aligieri sobre o Novembro Azul: diabetes, democracia e participação social

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Caminho do meio...

Ontem, passei o dia inteiro tendo hipos.
Mesmo não aplicando Humalog, não consegui segurar as hipos.
Fui tentando me segurar comendo frutas.
Até enjoei de tanto comer frutas...kkkk
Mas, isso muito me intrigou...
Daí fiquei pensando o que poderia ser a causa.
Cheguei à conclusão de que poderia ser o novo frasco de Lantus que comecei a usar.
Será que isso tem a ver? Acho que sim...sei lá...
Só sei que hoje acordei com a glicemia em 70, depois de ter hipo de madrugada e durante o dia inteiro de ontem.
Na manhã de hoje, diminuí duas unidades de Lantus. Fiquei feliz agora que medi e estava uma glicemia de 159 após o café da manhã.
Porque não é fácil, a hipoglicemia desgasta muito a gente. É bem cansativo.
Por isso temos sempre que buscar o caminho do meio. Nem alto, nem baixo, mas o caminho do meio...



quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Do que a Diabetes me curou? Problemas bucais

Um outro problema que eu tinha quando não sabia que era diabética: problemas bucais, principalmente nas gengivas. Tinha a gengiva mais avermelhada do que o normal, sempre estava inchada e dolorida. Machucava com facilidade e tinha também a retração. Era um incômodo! Tanto no sentido físico quanto no estético. E eu nunca iria imaginar que isso tinha a ver com a Diabetes!
Diabetes mal controlada, com altos níveis de açúcar no sangue, por um longo período, agrava esses problemas.
Então, imaginem essa pessoa aqui que até descobrir que estava com Diabetes,o que estava passando com dores nas gengivas. Depois que tive o diagnóstico e passei a tomar os devidos cuidados que estabilizaram as minhas glicemias, aos poucos o problema desapareceu!