quinta-feira, 19 de março de 2015

Conhecem o pequeno Gabriel?

Olá pessoal! Conhecem o Gabriel? Ele é um bebê de 2 meses e poucos e desde seus primeiros dias aqui na Terra tem enfrentado uma jornada dura. Esteve internado por vários dias e depois de ter diagnosticado DIABETES NEONATAL, hoje está voltando pra casa usando sua bomba de insulina. É uma história cheia de dificuldades, mas que aos poucos vai se ajeitando com a ajuda de muitas pessoas. Ele é daqui de Jacareí, SP e sua família no momento tem necessitado de doações principalmente de leite NAN 1 (Confort) e de fraldas descartáveis (tamanho M). Claro que todo tipo de ajuda é bem vinda, não só para o bebê, mas para sua família que é bastante humilde. Quem mora em Jacareí pode fazer as doações diretamente na casa da família. Quem puder ajudar financeiramente existe uma conta na qual as pessoas estão fazendo as doações. Um pouquinho que cada um possa oferecer, juntando será muito! Vamos ajudar? A mãe já está correndo para garantir o fornecimento de insulinas e insumos necessários para o tratamento da Diabetes da criança. Vamos torcer para que tudo dê certo \o/

Clique na imagem para conhecer a página no Facebook "Juntos pelo Gabriel"



quarta-feira, 11 de março de 2015

A matemática não é exata...

Com a diabetes a matemática não é exata.
Você pode fazer tudo igualzinho todos os dias (ou achar que faz tudo igualzinho...rs...)
Mas nem sempre o resultado será igual.
Por isso, se você mediu a glicemia num dia e deu por exemplo 100, isso não quer dizer que nos outros dias será igual. Pode ser que sim e pode ser que não.
Mas não dá para confiar e nem para "achar", tem que medir sempre.
Todos os dias em diversos horários.
Querem um exemplo?
Durante 3 dias seguidos, minhas glicemias de jejum foram: 100, 101 e 113.
Lindas, não? rs...
Porém vejam só:
No dia que acordei com 100, comi 1/2 mamão. "Achei" que não precisaria aplicar Humalog e não apliquei. Minha glicemia pós café (3 horas depois) foi 211.
No dia seguinte acordei com 101 e comi 1/2 mamão e um ovo quente. Pensei: bom, ontem não apliquei Humalog, me dei mal. Como havia subido pra 211, resolvi aplicar 3 ui de humalog, tentando acertar o meu alvo de glicemia (70 a 140). Quase deu certo, mas ainda ficou um pouquinho alta depois do café (3 horas depois): 163.
Depois no outro dia acordei com 113. Comi o mesmo café da manhã anterior. Se eu tinha aplicado 3 ui de Humalog e deu fora do alvo, pensei: vou aplicar uma unidade a mais. Apliquei 4 ui de Humalog, porém a glicemia pós (3 horas) foi 61.
Toda essa ladainha pra mostrar um pouquinho dos perrengues do dia a dia. E isso somente em um horário. Imagina isso 24 horas por dia...rs...
Sempre devemos estar atentos a todos os fatores que se relacionam, nos diferentes horários e nos diferentes dias (alimentação, exercício físico, emocional e vários outros aspectos).
É importante ressaltar que cada pessoa é uma realidade diferente. Portanto, se falo aqui de quanto apliquei, quanto deixei de aplicar, não quer dizer que isso é uma regra geral. É a minha realidade. Não dá pra eu seguir o que outros colegas dizem em termos de doses de insulina, de alimentação, exercício etc. Uma coisa é certa que é comum a todos os diabéticos (tipo 1): que todos devemos medir diariamente em vários horários a glicemia. Isso sim é regra geral, de resto cada um é cada um! Certo?