domingo, 27 de janeiro de 2013

Fornecimento de Lantus em Jacareí

No dia 14 de novembro de 2012 (Dia Mundial da Diabetes) fiz aqui uma postagem mostrando meu contentamento com o atendimento da prefeitura prestado aos diabéticos da cidade de Jacareí.
Até então, realmente achava que estava tudo funcionando perfeitamente. Todos os meses que fui à farmácia da prefeitura, nem achava ruim de ter que perder tempo esperando minha vez...Afinal de contas isso significava que muitas pessoas estavam ali para serem atendidas e sair com todos os seus medicamentos necessários.
Pois bem, agora em janeiro, quando eu e mais muitas outras pessoas chegamos lá na farmácia, havia uma novidade. Mas, não novidade boa, novidade ruim...e logo no começo de ano...e logo depois de um ano que houve eleições...e que o prefeito se reelegeu...e que muitos diabéticos devem ter votado nele, por estarem satisfeitos com o caminhar da situação de respeito...
Chegamos lá na farmácia e a notícia: que a partir do mês de fevereiro não será mais fornecida a Lantus, pois trata-se de um medicamento que não consta na lista do SUS. Vão continuar sim fornecendo insulina, porém aquelas que estão nesta famosa lista do SUS, como a NPH por exemplo. Mas e a ação movida pelo Ministério Público que obriga a Prefeitura fornecer a Lantus para as 12 pessoas que estão citadas na ação e para os demais munícipes que precisam do medicamento, com decisão definitiva? Aí a atendente explicou: para quem está com o nome na ação, continuará recebendo normalmente. Agora as outras pessoas, se o médico achar que elas devem continuar usando a Lantus, terá que fazer a solicitação para a Comissão de Farmacologia do Estado, dependendo da aprovação desta.
Aqui que entra aquela questão das pessoas não aceitarem tudo de cabeça baixa o que lhes impõem! Depois disso, mais de 60 pessoas que segundo a prefeitura não teriam direito de continuar recebendo a Lantus, entraram com ação e o advogado conseguiu através de liminar, que elas continuassem a receber sim a Lantus!
Isso significa lesar os cofres públicos? Claro que não! Qual é a questão principal aqui abordada? Simplesmente a SAÚDE e nada mais!!!
Nós sozinhos dificilmente conseguiríamos defender nossos interesses! Mas ainda bem que há profissionais especializados e dedicados em fazer o bem às pessoas. Cito aqui como exemplo o advogado João Francisco Ventura Batista que trabalhou na época da Ação movida pelo Ministério Público e agora movendo essas ações que estão garantindo àquelas pessoas que não estão com o nome na ação continuar a receber a Lantus. Diante do seu belo trabalho, deixo aqui os seus contatos para quem interessar. Ele atende no endereço Rua Barão de Jacareí, 74, sala, 104, centro, telefone (12) 3014-8293, celular (12) 9787-6438, e-mail: jfchicao@gmail.com.