quinta-feira, 31 de maio de 2012

Menos é mais!

Se tem um lema que gosto de aplicar na minha vida, é o seguinte: menos é mais.
Aprendi na prática, por isso passei a seguir a risca esse lema.
E o que me levou a tal constatação foi a Diabetes.
A Diabetes foi o resultado de um ritmo louco que estava vivendo.
Era tudo demais...trabalho, estudo, gastos, preocupações...
que com o tempo fui perdendo o controle de tudo...
e o que era demais pra mim, foi se tornando de menos principalmente para minha saúde...
Fui ficando fraca, sem forças, sem ânimo pra levar aquela vida louca...
Até que enfraqueci de vez e veio a Diabetes...
A partir daí tive que me auto avaliar e redefinir minha vida...
Diminui o ritmo...menos passou a ser a palavra chave: menos trabalho, dinheiro, gastos, preocupações...
E deu certo e vem dando certo...E o que mais quero hoje?
Ter um bom controle da minha vida, da diabetes, ser mais feliz com menos em tudo...


sexta-feira, 25 de maio de 2012

Diabetes forte???

Em uma conversa, alguém me disse isso: que fulano tinha uma diabetes forte! Então, foi mais um coisa engraçada que ouvi sobre Diabetes. Como assim, diabetes forte? Sabe quando na hora você não quer se estender na conversa, mas depois fica com isso na cabeça? Bom, já ouvi dor de cabeça forte, gripe forte, dor de dente forte e por aí vai...mas da mesma forma que está forte, a coisa depois de um remédio ou mesmo depois de um tempo, de um chazinho, sei lá qualquer coisa, ela enfraquece e some...rs...Agora Diabetes forte, se a pessoa tomar um remédio ou fazer alguma outra coisa ela vai se enfraquecer e vai sumir? NÃO! Não vai...Nesse caso, não existe isso...o que existe é uma diabetes bem controlada ou mal controlada. É uma doença que depende muito da própria pessoa...Se ela procura manter uma dieta adequada, pratica uma atividade física, toma seus remédios corretamente ou se faz uso de insulina, procura fazer da maneira correta, se busca informações...mesmo assim, ela não vai sumir, mas vai conviver perfeitamente com a pessoa sem causar danos... A pessoa pode conviver por muitos anos com a doença, mas mesmo assim, essa não se torna forte com o tempo...A convivência será boa se a Diabetes estiver bem controlada! Nesse caso, quem é forte não é a doença, mas sim a pessoa!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O mais feio de todos...

De todos os roxos que já tive por causa da aplicação da insulina, estou atualmente com aquele que considero o mais feio de todos, o campeão. Coisa feia mesmo! rs...
E o mais engraçado é que é assim...quando aplico e dói ou queima, porque apliquei rápido demais ou não dei a devida atenção, sei que a coisa não vai ficar bem...E isso na maioria das vezes, acontece quando estou fora de casa, em algum lugar onde tenho que fazer a aplicação bem discretamente e rapidamente (Sim, faço assim, não gosto de aplicar em público! Não é nem pelas outras pessoas, mas é por mim mesma, não gosto...).
Esses dias até, eu estava me recuperando de um roxinho, aí logo consegui fazer outro, por causa disso...Agora, o mais estranho é que esse roxo feioso que estou atualmente, surgiu de uma maneira muito misteriosa...Havia aplicado a Humalog (na barriga), em casa, na maior tranquilidade, não doeu nem nada, normal...Quando foi no outro dia, levei um susto, porque estava a maior bolota roxa e eu nem tinha visto!
Fui fazer uma pesquisa no Google sobre o que poderia ter ocorrido...mas não há muita coisa disponível... Tem mais é falando de lipodistrofia, mas não de hematomas...Achei apenas um trabalho de pesquisa de enfermagem que falava especificamente sobre o assunto..."Essa alteração ocorre quando a agulha atinge um vaso sangüíneo superficial ou quando o ângulo da agulha se desvia, durante a inserção ou sua retirada".
Eu não sei, mas estive observando algumas agulhas que tenho usado e tem me dado a impressão de que ela está com uma leve inclinação...não sei se é impressão ou se realmente está "tortinha" e se isso pode ter sido a causa do meu problema...



quinta-feira, 17 de maio de 2012

Não quero comida!

Sabe quando você não quer comer comida por uma série de fatores? Quer comer uma besteirinha, tá vendo o time do coração jogar um jogo quase decisivo, já tá muito tarde pra jantar, não quer sujar um monte de louças... Então...isso não precisa ser nenhum sofrimento e nem precisa ser uma alimentação sem nenhum nutriente...
É bem simples, fácil e delicioso...um lanchinho feito na frigideira com uma massinha fina integral com 20g de carboidratos, queijo branco com tomate salpicado com orégano e uma verdurinha picada, que dessa vez foi rúcula...Para tomar um suquinho de uva (desses de supermercado que mistura na água e que pode ser adoçado com adoçante). Moro em apartamento, então não dá para fazer sucos naturais batidos no liquidificador tarde da noite...rs...
E dependendo do valor da glicemia, dá para comer sem aplicar a insulina ultra-rápida...Dá pra dormir com tranquilidade (barriguinha cheia e glicemia ok) e acordar com a glicemia ok também...

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Quando esqueço alguma coisa...

Meus apetrechos de Diabetes sempre ficam nos mesmos lugares...Apesar de serem muito lugares...rs...ora estão na minha bolsa, ora na cadeira do quarto ou na gaveta da cômoda ou na mesa da cozinha ou da sala...às vezes até no sofá estão...rs...eu sei onde estão...O problema maior é quando deixo algum apetrecho em um local que não estou acostumada...é igual cego que não pode tirar as coisas do lugar, senão tropeça, machuca, bate...Hoje saí de casa para ir trabalhar... eu toda prevenida, peguei uma caixinha de fitinha, pq o tubinho em uso só tinha 3, peguei mais uma cartelinha nova de metformina, pq na minha bolsa só havia 1 comprimido... Como saí atrasada, dexei para tomar café no trabalho...fiz isso porque hoje a glicemia estava altinha: 169...Passei na padaria e comprei um pãozinho para comer com o café preto...Comi gostoso o pãozinho com manteiga e café...eis que vou pegar na minha bolsa a caneta de Humalog...PAVOR! não estava na minha bolsa...logo minha lembrança veio à tona...havia deixado na prateleirinha da cozinha...lugar que NUNCA havia deixado antes...saco!!! E o mais engraçado, é que ontem vi, achei estranho estar naquele lugar, mas não tirei dali...dancei! Resolvi deixar para ir buscar em casa na hora do almoço... Comi o pão era por volta das 10h, agora quase 13h, medi a glicemia: 269...Estão vendo por que a insulina me faz falta? rs... Por que resolvi falar sobre isso? Para servir de alerta aos cabeças avoadas como eu...nunca deixe seus apetrechos em lugares incomuns, pois senão correrão o risco de largar para trás...hehehehe...

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Cada um é cada um...

Para um tratamento adequado da Diabetes, temos hoje vários recursos...caneta de insulina descartável, bomba de insulina, medidores de glicemia, medicamentos, contagem de carboidratos... Mas não é uma doença que é tratada por exemplo, tomando um comprimido por 7 dias consecutivos que irá desaparecer...e outra, não é uma receita fixa igualmente para todos os diabéticos... não é nem fixa para o mesmo diabético, imagina querer igualar um tratamento para várias pessoas diferentes... Cada um é cada um...cada um tem seu ritmo de vida próprio, cada sabe o que come, como se exercita (ou não se exercita, rs...), tem seus próprios sentimentos e emoções... O que funciona pra mim, não funciona pro outro... e é assim mesmo... cada um deve procurar conhecer como funciona o seu organismo...identificar os motivos de suas hipers e hipos, procurar o equilíbrio...O médico nos ajuda, mas não sabe mais do que nós mesmos que convivemos todo o tempo com a danada...Por isso, é sempre bom procurar se conhecer, se observar e tentar ao máximo ser independente...

terça-feira, 1 de maio de 2012

Sem açúcar, com doçura 2!

Esses dias ganhei da minha amiga Cristiane, um outro presente (de aniversário) lindo, com a mesma frase de nossa outra amiga Cristiane: "Sem açúcar, com doçura"! Ambas, Cristiane que moram no estado de Minas Gerais, diabéticas tipo 1, uma há 20 anos e outra há quase 8 (assim como eu), nos conhecemos através deste blog. Então, meu blog, obrigada por ter feito surgir entre muitas outras coisas de igual valor, essa amizade que assim como a nossa diabetes, tenho certeza que será pro resto de nossas vidas...rs...Nunca nos vimos pessoalmente (ainda), mas sei que moramos cada uma no coração de todas!