sexta-feira, 27 de abril de 2012

Semaninha boa...

Agora na retomada ao controle sério de minha glicemias, acho que vou fazer uma análise semanal para que as coisas não desandem por muito tempo. Desde 6ª feira passada que passei pela consulta, já retomei alguns bons hábitos...Sim, retomei! Porque eu sou assim....tem época que quero fazer tudo certo, tem época que meio que deixo um pouco pra lá...e é exatamente aí que a coisa desanda...Mas agora estou na época que quero fazer tudo certo, e quero que isso permaneça sempre...Que eu tenha ânimo para fazer uma atividade física e que eu não caia em tentação em comer coisas além do que preciso...Essa semana foi assim, e já me rendeu bons frutos...Glicemias estáveis, com exceção de uma hiper de 257 na quarta-feira depois de jantar um peixe ensopado feito com leite de côco e sem tomar insulina rápida...No outro dia ainda permaneceu 180 ao levantar, mas depois estabilizou...Diminuição de 2 unidades de Lantus...não sei se lembram, mas quando comecei a tomar a metformina, havia caído para 36 unidades e depois com o meu desleixo, cheguei novamente às 45 unidades, então hj estou em 43! Fora que a Humalog também diminuiu, estou precisando bem menos dela, já que estou comendo bem menos!!!
Bom...é isso...por enquanto...Um ótimo final de semana para todos!

terça-feira, 24 de abril de 2012

Sinal amarelo.


Sexta-feira (20/4) tive consulta médica. Constatamos que meu controle não estava muito adequado, apesar da glicada 6,4% e da retina estar perfeita. No exame de microalbuminuria, o resultado que era para dar até 30 mg/24h, deu 39 mg/24h. O exame de microalbuminúria é capaz de detectar pequenas quantidades de proteína na urina. Quando há lesão renal, o resultado do exame de microalbuminúria é > 30 mg/24h e tende a aumentar progressivamente, até valores superiores a 300.
Sinal amarelo pra mim, esse exame é um indicador de um início de problemas nos rins (nefropatia diabética). Mas, como foi detectado no início, posso reverter modificando alguns hábitos para que haja uma melhora no controle da glicemia e consequentemente normalizar a microalbuminuria.
O que me levou a isso? Não praticar regularmente uma atividade física e comer demais, mesmo que aplicando insulina, níveis de colesterol um pouco fora do ideal também...acabei engordando os quilos que havia perdido a pouco tempo...
Conclusão: retomei a minha consciência de que preciso manter o controle da situação. É claro que não estou em uma situação crítica, porém se nada fizer, a tendência é só progredir se continuar na mesma.
Como o diagnóstico foi precoce, tenho maiores chances de prevenir lesões renais mais graves. Por isso, a microalbuminuria deve fazer parte dos exames de rotina de todos os diabéticos.
Daqui 4 meses farei novamente o exame. Tenho certeza que resultado será outro, pois persistir nos erros é burrice!

domingo, 22 de abril de 2012

Quem tem coragem?

Quem tem coragem de usar isso? E quem tem coragem de fornecer isso?
Acredito que ninguém tenha coragem de usar isso!!! Não tem coragem, porque sabe que tem coisa melhor para se usar! Que isso aí significa uma enorme falta de educação a qualquer pessoa diabética que precisa FURAR O SEU DEDO várias vezes ao dia para medir a glicemia!!!
Agora...tem pelo menos uma pessoa que tem coragem de fornecer isso aos diabéticos de sua cidade, Piranga-MG: o farmacêutico da prefeitura...Sim! Acreditem! Mesmo que ele receba o insumo de um órgão superior, será que ele não tem como exigir melhor qualidade dos produtos da farmácia que é responsável para distribuir à população? 
Qual você escolheria?

Qual você escolheria?

Qual você escolheria?

Qual você escolheria?    
"Eu nunca tinha visto nada parecido, é tão absurda a qualidade ou melhor design da bendita que não tive sequer coragem para experimentar/testar furar meu dedo com ela. É sério, mais parece uma navalha, é uma falta de humanidade um município fornecer um insumo daquele para os cidadãos que pagam os seus impostos e que os colocam no poder para exercer suas funções, eu me senti humilhada, desrespeitada. Eu mandei um email para o farmacêutico da  prefeitura perguntando se era aquela a lanceta que ele que ele orgulhosamente havia me falado que havia solicitado desde o ano passado. Ele ainda não me respondeu o email, nem sei se vai me responder, mas fiz questão de deixar bem evidente a minha indignação afinal, não podemos aceitar tudo calados." me escreveu uma amiga...

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Não podemos bobear...

Pois é...às vezes nós diabéticos achamos que a nossa única preocupação é a glicemia controlada. Quem é que não pega os resultados dos exames e vai direto para ver quanto deu a hemoglobina glicada (A1C)? Mas além da A1C, há também alguns exames importantes que devemos levar em consideração...Por exemplo: verificar como está o nível de colesterol e triglicerídeos, exames de urina (24h) para ver a creatinina, proteinúria e microalbuminúria, hormônios da tireóide e uma novidade nos meus exames dessa vez foi o exame para ver a vitamina D em meu organismo...
Surpresa maior foi ver que estou totalmente deficiente de vitamina D e que também um valor um pouco acima do normal de creatinina e microalbuminúria :(
O colesterol também deu um pouco fora do recomendado...
Pelo menos, minha glicada foi boa, meu mapeamento de retina e o ultra-som da tireóide também...
Mas uma coisa é certa! Sei que se tivesse agido de outra forma nesses últimos meses, os resultados negativos tinham sido melhores...Não adianta acharmos que tudo vai dar certo sem agirmos corretamente! É o preço que pagamos por atitudes inadequadas. Os exames servem de alerta para verificarmos e se for o caso mudarmos nossas atitudes...
Sexta-feira tenho consulta médica...tenho muito o que conversar com a endocrinologista!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Estranho é medir ou não medir a glicemia?

Um dia desses estava fazendo as minhas anotações das glicemias em meu caderno. Meu colega de trabalho viu e ficou espantado: "Nossa, o que é isso? Você anota tudo isso?" Falei que sim... é estranho mesmo esse meu caderno... tem várias páginas com várias glicemias medidas ao longo de todos os dias...Aí ele me perguntou: "Se vc esquecer de medir, como vc faz? Mede no dia seguinte? Fiquei pensando muito nessa pergunta depois...Não há como esquecer de fazer isso...é um hábito necessário! Diabético tipo 1 não tem como não ter a glicemia medida ao longo do dia! Impossível! São essas medições que nos norteiam, através delas é que vemos se estamos no caminho certo ou não...
E você diabético tipo 1, mede sua glicemia todos os dias? Quantas vezes? Já ficou algum dia sem medir? Como se sentiu?

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Uma das minhas comidas favoritas...

Essa é uma das minhas comidas favoritas:

arroz integral+feijão+abóbora japonesa+espinafre+cenoura+tomate.

E quem não gosta, tô de mal!!! hehehe...

terça-feira, 3 de abril de 2012

Paranóia???

Um dia desses estava indo à São José dos Campos, cidade vizinha que fica a 10 minutos de carro aqui de Jacareí. Para chegar lá preciso pegar um pequeno trecho da Via Dutra.
Antes de sair de casa, medi a glicemia, estava 72 mg/dL.
Super normal, de acordo com os valores de referência que vai de 70 a 99.
Mas, para nós diabéticos tipo 1 que fazemos a aplicação de insulina, já é um valor um pouco arriscado, considerando que se não comermos nada, a glicemia com certeza irá baixar.
Como a glicemia estava 72 e iria demorar apenas 10 minutos para chegar ao local de destino, entrei no carro e fui embora. Fomos meu marido e eu. Pensei: vou chegar lá e já aproveito para comer algo (um sorvete, ou um salgado, ou um doce...sei lá...uma "coisa gostosa"...rs)...
Estávamos na via Dutra quando de repente o trânsito parou! Não sabíamos o que estava acontecendo...À essa altura, primeira coisa que me veio à cabeça: " não tenha nada de doce em minha bolsa, nem uma balinha!!!" "E minha glicemia estava 72!!!" Comecei a ficar desesperada...liguei o rádio para ouvir alguma notícia do que teria acontecido...Um acidente feio mais a frente...iria demorar pelo menos umas duas horas para começar a liberar o trânsito...Estava no meio do nada, sem nenhum vendedor de bala que vive nos semáforos da cidade, nenhum vendedor com isopor cheio de refrigerante, nenhuma lanchonete por perto...MEU DEUS!!! Minha glicemia já estava em 40!!! Meu marido teve que sair do carro e ir atrás de algum doce...batia feito louco nos vidros dos outros carros para ver se alguém teria algo doce para me socorrer naquele momento...
Isso tudo poderia ter acontecido...mas ainda bem que não aconteceu...
Quando entrei no carro, fui ver se havia algo doce...minhas balas já haviam acabado...O meu pensamento no momento foi de deixar pra lá, já que logo chegaria em São José dos Campos...Mas, sabe aquele sentimento, de que SEMPRE devemos estar previnidos? Resolvi parar no primeiro mercadinho para comprar balas e seguir sossegada...Não! Não aconteceu nenhum acidente, não ficamos presos na estrada...