quinta-feira, 8 de novembro de 2012

História Real...


A menina tem 17 anos e é diabética tipo1 desde criança.
Apesar da pouca idade, já apresenta algumas complicações decorrentes da Diabetes.
Está com problemas de circulação, nos rins e pressão alta.
Sua última glicada foi 14%.
Não media a glicemia.
Sua mãe tinha que pegá-la a força para medir.
Não cuidava da alimentação, e nem das aplicações de insulina.
Sofria os sintomas de hiperglicemia quase todas noites, tendo a mãe que aplicar insulina.
É filha caçula e tem mais quatro irmãos.
A mãe trabalha como empregada doméstica e não conta com a ajuda do pai.
Na cidade onde mora, os insumos são fornecidos de maneira precária e o tratamento médico é péssimo.
O que fazer em uma situação como essa?
ORIENTAÇÃO! É o que há para ser feito.
Para sua sorte, na casa onde sua mãe trabalha, há também uma moça diabética.
Moça totalmente responsável e consciente do que deve fazer em relação à Diabetes.
Apesar de não ser sua obrigação, tenta ajudar a menina!
Ela e sua família ajudam para que tenham um bom tratamento.
Ela também a tem orientado com toda a sua experiência.
A menina agora está começando a mudar sua postura.
Falta muito ainda, mas está no caminho.
É um pouco tarde para isso?
Sim, porque agora sua luta será para reverter a situação instalada.
Mas nunca é tarde para começar...

2 comentários: