domingo, 30 de janeiro de 2011

Sim, eu como cachorro quente!!!

Querem uma dica saudável?
Para fazer a alegria da criançada?
Sábado é dia de comer cachorro quente...
Mas façam com salsicha vegetal...
É uma delícia!!!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Glicemia de 18/01 a 24/01


Muito feias as médias glicêmicas dos dias 21 e 23/01.
Mas a vantagem de fazer várias medições ao longo do dia e ter os resultados registrados, é que fica possível ver logo o que tá errado pra tentar arrumar...
Dar uma subidinha de vez em quando não faz mal...
Faz mal manter as taxas altas por vários dias...


segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Vacilei...

Ontem fui a um churrasco...não como carne...
Então comi espetinhos de queijo, pãozinho de alho assado e tomei cerveja.
Às vezes a cerveja me engana...e ontem foi dia...
Estava eu lá no maior calor...
A conversa tava boa, a bagunça tava boa... fui tomando cerveja...
Não havia aplicado a insulina ainda.
Às vezes penso assim...se vou tomar uma bebida prefiro deixar pra aplicar a insulina depois pra não ter hipoglicemia.
Com a cerveja não me preocupo muito com a hipoglicemia por causa da quantidade de carboidratos que tem...e aí que ela me enganou nesse dia...acho que também juntou o fato de não ter me alimentado corretamente.
Comecei a sentir os sintomas de hipoglicemia...estava até comendo pão nesse exato momento, porém como é um carboidrato que não funciona bem pra essas horas que a glicemia precisa subir logo...tomei água com açúcar...e como dá um certo desespero para voltar ao normal logo...tomei  coca-cola normal...
Depois disso fui voltando ao estado normal...o problema é que com o tanto de açúcar que ingeri...a glicemia acabou subindo muito...aí sim apliquei a insulina para fazer a correção da glicemia alta.
Mais tarde, medi a glicemia estava normal...e hoje de manhã estava  normal também...
Vacilei...

sábado, 22 de janeiro de 2011

A importância da leitura dos rótulos dos alimentos

Uma coisa que aprendi a fazer depois de me tornar diábetica foi ler os rótulos dos alimentos que vou consumir.
No começo achava que tudo que estava escrito que era "sem açúcar" era o ideal para ser consumido.
Com o tempo fui aprendendo que não é bem assim...
Por exemplo: esses dias comprei um pacotinho de palitos de gergelim...Vem escrito bem grande "sem açúcar adicionado"...se fosse no comecinho que eu não sabia de nada, já ia achar que ia poder comer a vontade porque a ideia que tinha era que diabético não podia comer açúcar... Porém, hoje sei que tenho que ler todas as informações que contém no rótulo...principalmente a quantidade carboidratos que no nosso caso é o que causa mais impacto em nossa glicemia...quase 100% são convertidos em glicose em um tempo que pode variar de de 15 minutos a 2 horas. No caso desse pacotinho que comprei vem a informação de que 6 palitos tem 10g de carboidratos. Devemos saber a quantidade de carboidratos dos alimentos para consumir uma quantidade certa e se for o caso até aplicar insulina pra não fazer a glicemia subir demais... Às vezes também o alimento não tem carboidrato, mas tem uma quantidade significativa de gorduras...Nesse caso também a glicemia sofrerá um aumento...mais lento, mas vai interferir também...por isso devemos ler os rótulos...
Acesse aqui o manual de orientação aos consumidores da ANVISA.


quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A1C 6,2%

Esse foi o resultado do exame da hemoglobina glicada.
Tá bom...mas dá pra melhorar mais...
Tem um documento muito bom que explica direitinho o que é a hemoglobina glicada, sua importância etc.

ATUALIZAÇÃO SOBRE HEMOGLOBINA GLICADA (A1C) PARA AVALIAÇÃO DO CONTROLE GLICÊMICO E PARA O DIAGNÓSTICO DO DIABETES: ASPECTOS CLÍNICOS E LABORATORIAIS

sábado, 15 de janeiro de 2011

Briza, parabéns!!!

O gráfico abaixo não é meu não...é da minha amiga Briza!
Briza está de parabéns, pois tenho acompanhado quase que diariamente a sua determinação em manter sua glicemia sob controle. E está conseguindo!!!
Dias seguidos com as médias glicêmicas: 120,114,116,126,124,120,136,116,117,119...
O gráfico dela só não ficou retinho como o meu porque o glicemiasonline gerou o meu gráfico de 10 em 10 e o dela de 2 em 2...mas nos valores, está a mesma coisa...sem grandes variações!!!!
Falei pra ela: acho que alguma coisa tava no ar nesses dias que ajudou muito a nossa glicemia...rsrs...

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Eternos registros de glicemia...

Acho que esse gráfico aí foi o mais retinho que já consegui até agora...
Olha só a média glicêmica nos dias 07: 102; dia 08: 105; dia 09: 104; dia 10: 115; dia 11: 100!!!
Amei!!! Que 2011 comece, seja e termine assim...
Nos últimos dias de 2010 e comecinho de 2011, a média glicêmica ficou entre 100 e 150...
Semana que vem vou fazer exame de hemoglobina glicada no laboratório. Acho que vou conseguir ficar abaixo dos 6,5% se Deus quiser...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Aplicando insulina

Aplicar insulina faz parte da minha vida...faço isso no mínimo três vezes por dia...às vezes até mais quando necessário...para que eu possa manter a minha glicemia sob controle.
Tem gente que acha isso um drama, dolorido, complicado...
mas não é!
Tenho duas canetas que são super práticas, em cada uma delas já tem um refil onde fica armazenada a insulina. Uma com insulina glargina (Lantus) de ação lenta (age por 24 horas) e outra com insulina lispro (Humalog) de ação rápida para cobrir os carboidratos ingeridos nas refeições. Para as duas, uso a agulha descartável (0.25 x 8mm), que depois de usada deve ser jogada fora.
De manhã aplico a Lantus, seleciono as unidades necessárias (cada pessoa tem a sua dose hein!) conforme mostra no pequeno visor que tem na caneta. Geralmente essa insulina da manhã eu aplico nas nádegas ou na coxa. No horário das refeições (almoço e jantar) na maioria das vezes aplico no abdômen e de vez em quando na coxa. Seleciono a quantidade de unidades de acordo com a quantidade de carboidratos ingeridos. Conto os carboidratos e faço o cálculo pra ver quantas unidades vou precisar aplicar (NO MEU CASO 1 unidade pra cobrir 10 g de CHO). Já apliquei no braço também, mas pra mim não dá muito certo...sempre fica roxinho...então eu desisti...
É muito importante sempre mudar o local da aplicação que é para não causar problemas degenerativos locais, conhecidos como lipodistrofia, uma espécie de bolota que surge sob a pele que diminui a absorção da insulina, obrigando a pessoa a aumentar a dose do hormônio.

Fonte: Diabetes Care Manual, from MacNeely Pediatric Diabetes Center

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Convivendo com um diabético...


Nós diabéticos devemos estar SEMPRE atentos, principalmente porque aplicamos insulina diariamente.
Mas uma vez ou outra, acabamos nos distraindo... principalmente quando temos alguém do nosso lado o tempo todo que também está atento.
Aí acabamos ficando mal acostumados... deixando pra outra pessoa parte de nossa responsabilidade. Mas não fazemos isso por mal...porque na verdade no dia-a-dia é super natural essa convivência de outra pessoa com um diabético. Por exemplo: nas várias medições ao dia, na quantidade de insulina aplicada, na alimentação, nos sintomas de uma possível hipoglicemia e assim por diante...Sentimos a necessidade de compartilhar essas coisas...os resultados das medições, os impactos da alimentação na glicemia, as alegrias (ou tristezas) nos resultados das glicadas...
Então eu digo ao Douglas, Caio, Renato, Luiz, Nicole, Carol, Mafalda e a todos que convivem com um diabético: muito obrigada por cuidar de mim e de meus (minhas) amigos (a) e amiguinhos (as)...

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Parabéns querida!!!

Querida amiga Roberta...hj é o seu dia de comemorar...
Parabéns pelos seus 30 aninhos...hehehehe...
Receba meu abraço!!!
Feliz aniversário...
Dia 6 aí já tá acabando...e aqui está começando...
Então continue comemorando...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Eita tempinho bão!

Quem acha que diabético passa apertado com alimentação está muito enganado.
Podemos comer e beber o que quisermos, desde com moderação. Mas isso vale pra todo mundo.
Como esses dias tem feito um tempinho bom, mais pra fresquinho do que pra calor, pelo menos neste pedacinho do Brasil...ontem foi dia de tomar um caldinho de feijão e tomar um vininho...comi até uns pedacinhos de pão francês pra acompanhar...Tava muito bom!
Minha glicemia antes de jantar estava 144. Apliquei 6 unidades de Humalog e duas horas depois estava 135. Como tava 135 e eu ia dormir, preciva comer uma coisinha pra não ter hipo de madrugada. Comi um pedaço de torta de limão. Glicemia de jejum: 51!!! Tá vendo? Sem sofrimentos...só alegria...

Exames de 2010

Em 2010 fiz poucos exames...ainda bem...
Comecei bem o ano...fiz minha primeira leva de exames e os resultados foram bons...
Eu não sei o que acontece comigo, mas acho que depois que faço os exames e dá tudo bem, eu dou uma abusada...Fico achando que tô podendo...resultado: exames alterados. Isso não é nada bom e nem certo...preciso agir diferente...
Volto a fazer o que é possível das coisas corretas... que cá pra nós, não é nenhum sacrifício... os resultados voltam a ser bem satisfatórios...e a saúde agradece...
Já que os últimos resultados foram bons, tenho que me segurar pra manter tudo sob controle...é assim que terminei o ano e é assim quero seguir neste ano de 2011... 
No dia 19/01 farei meu exame da hemoglobina glicada...estou louca pra ver o resultado...hehehe...
Em 25/3 - mapeamento de retina: retinopatia diabética ausente.
Em 07/4: ultra-sonografia da tireóide: ok.
Em 12/4 - hemograma completo - tudo ok; glicemia jejum: 84; colesterol HDL: 44 (V.R: >40); colesterol LDL: 116 (V.R: <130); colesterol VLDL: 20 (V.R: até 40); colesterol total: 180 (V.R: <200); triglicerídeos: 100 (V.R: < = 150); transaminase oxalacetica: 22 (V.R: até 31); transaminase piruvica: 24 (V.R: até 32); proteinúria: 0,1 (V.R: 0,10 a 0,50); microalbuminuria: 7,92 (V.R: inferior a 30); hemoglobina glicada: 6,1 (V.R: 4.0 a 6.0); glicemia média estimada: 128,4; T4 livre: 1,26 (V.R: 0.70 a 1,80); TSH - terceira geração: 0,640 (V.R: 0.400 a 5.000).
Em 16/7 - hemograma completo - tudo ok; glicemia jejum: 74; colesterol HDL: 48 (V.R: >40); colesterol LDL: 137 (V.R: <130); colesterol VLDL: 24 (V.R: até 40); colesterol total: 209 (V.R: <200); triglicerídeos: 118 (V.R: < = 150); cálcio: 9,6 (V.R: 8.4 a 10,2); hemoglobina glicada: 7,3 (V.R: 4.0 a 6.0); glicemia média estimada: 162,8; T4 livre: 1,17 (V.R: 0.70 a 1,80); TSH - terceira geração: 3.510 (V.R: 0.400 a 5.000).
Em 19/10 - hemograma completo - tudo ok; glicemia jejum: 58; colesterol HDL: 45 (V.R: >40); colesterol LDL: 98 (V.R: <130); colesterol VLDL: 15 (V.R: até 40); colesterol total: 158 (V.R: <200); triglicerídeos: 75 (V.R: < = 150); cálcio: 10,7 (V.R: 8.4 a 10,2); hemoglobina glicada: 6,1 (V.R: 4.0 a 6.0); glicemia média estimada: 128,4; T4 livre: 1,31 (V.R: 0.70 a 1,80); TSH - terceira geração: 2.930 (V.R: 0.400 a 5.000).